sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Sinto .


Sinto falta de sentir algo, me sinto vazia, e isso prova que sinto mais que os que juram sentir. A inocência do sentimento me torna maldosa, pois não os tenho, ou, eles em mim transbordam. O meu "talvez não sentir" me afasta de quem sente. E afasto-me do bem, do saudável. Torno-me, a cada dia, um ser menos sensível, o que me faz acreditar que a sensibilidade, em mim, é farta. Não me julgues! Sou alguém em busca de minha essência e em busca de respostas às incessantes perguntas que me atormentam! Vivo e reflito a vida. Me vejo tentando achar o caminho certo, mas sempre me perco.

7 << Comentário >>:

Cecill disse...

Amei seu texto Karol!
Curto e bem elaborado, queria saber escrever assim "curtamente".
Sua "insensível sensível" de sensibilidade transbordante :)

:*

Elayne Pontual disse...

Estamos perdidas? Me identifiquei muuuuito com o texto. Tá cada vez melhor geo-jornalista-escritora-neoleitora-viciada =x!

(L)

Andrew Costa disse...

Wow. Eu também me identifiquei com o texto. Não tenho sentimentos, ou, eles em mim transbordam... Parabéns pelo texto, Kaká.

Lucas almeida disse...

Sei exatamente como se sente (que pretensão a minha!!!) mas acho que esta música do Arnaldo Antunes fala melhor sobre isso.

"Alguém me dê um coração
Que esse já não bate nem apanha
Por favor!
Uma emoção pequena, qualquer coisa!
Qualquer coisa que se sinta..."
ARNALDO ANTUNES

dEREK disse...

"Torno-me, a cada dia, um ser menos sensível, o que me faz acreditar que a sensibilidade, em mim, é farta. Não me julgues! Sou alguém em busca de minha essência e em busca de respostas às incessantes perguntas que me atormentam!"...
Somos dois então!!!!
(só espero que essa "insensibilidade" não nos atrapalhe no futuro...)
***
Karol, brigado pelo comment!!!! Assim que eu encontrar os dgC aqui no meu PC (o que vai exigir uma busca aprofundada nas profundezas [!!] do meu HD. kkkkk] eu os mando procê ficar rindo das sandices que dissemos!!!
Ah, fique tranquila: eu vou e o dgp fica! Por isso eu o estou abastecendo de textos quase todos os dias!!
Hum... passeio na orla à tarde é uma boa ideia... vou levá-la aos meus superiores!!!! =D

Bj!! (nem fui e já tô com saudade!! Nos vemos nessa segunda lá na UFAL?!?!)

anarisia disse...

Oieeeeeee Karol adorei seu blog...bem teatro mágico kkkkkkkk isso foi um elogio heim...
Uma verdadeira geógrafa poeta, não conhecia esse seu lado
mil beijosss
=)

Aída disse...

Creio que todos procuramos nossa essência, mas alguns de uma maneira tão louca... Encontro-me nesse 'meio' também. Beeeeijo :*

Tecnologia do Blogger.
 
;