quinta-feira, 5 de maio de 2011

É mais bonito sofrer de amor (?) .



Eu já ouvi falar que, quem ama de verdade, sofre. É mais bonito sofrer, amargurar, perder um pedaço de si por alguém, desenganar-se de um amor, chorar até não haver mais lágrimas e secar, perder a sensibilidade, morrer pro amor. Pois bem, preciso colocar-me a respeito do que foi dito. Por muitas vezes me desdigo, tenho opiniões contraditórias a respeito do amor. Contudo respondo e complemento: é claro que tenho e terei controvérsias em minhas manifestações a respeito do assunto. Tão polêmico, tão bonito, tão voraz. O amor é bonito e feio, e nem há como negar. Ele, ao mesmo tempo em que preenche perfeitamente, esborra como algo que não cabe, enjoa e dá vontade, desejo. O amor é bonito e feio, cheio e vazio, triste e feliz. Pra mim o amor não chegou e ao mesmo tempo chega todos os dias. É complexo, porém tão simples que assusta. Suspiro, amargo, morro pelo amor... Amo e odeio a possibilidade de amar.

13 << Comentário >>:

B.S. disse...

Lindo o texto tbm tenho um blog teen visita sepuder bjs...http://omundodebruk.blogspot.com/

Maria Bethânia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Moreira disse...

"Posso morrer por amor... Mas prefiro viver para amar!"

Nô Gomes disse...

Que demais! Me identifico muito com a ideia, por ser uma ideia sincera.

Parabéns, grande poetisa!!! Invejo essas palavras!

João F. disse...

O amor é a prova de água e vinha podem se misturar. O amor se faz a antítese sentimental do ser humano. Com o amor, cegamos e transformamos o feio em bonito, o ruim em bom. O amor sempre será sentido, mas nunca poderá ser explicado satisfatoriamente.

ronaldfar disse...

eramos mesmo apenas pedras,
porque depois das palavras que lemos por aqui, seremos algo que não aprsenta muito solidez, heheh
mto legal o post

Ricardo Santos de Almeida disse...

Eu particularmente prefiro estar sozinho. Amar custa caro, e prefiro continuar mão de vaca.
De que adianta amar se do mesmo modo que começa termina... Isso é horrível, entendam...

Erique Duarte disse...

Eita que a Karol tá apaixonada!!!
parabéns pelo texto, muito bom como sempre.

Tágore Cavalcante disse...

Ah sim, o amor! Com sua imagem deturpada pelos preceitos de uma sociedade sem valores morais e alienada por um sistema de comunicação favoreceder. Afinal, o que não é favorecedor em nosso país? Mas bem, a questão não é exatamente essa, não é pessoas? De qualquer forma, o verdadeiro amor não acontece. A arte de amar só se aprende com a convivência. E conviver, nos moldes dessa sociedade moderna, tornou-se algo extremamente doloroso. No fim, só o tempo nos dirá se é possível VIVER sem CONVIVER.

Stéfany Caldas disse...

Tem uma frase do Nando Reis que eu gosto muito. Se não me falha a memória, ela é mais ou menos assim:
"Tornar o amor real é expulsá-lo de você, pra que ele possa ser de alguém". Taí, concordo pra caramba com isso. Por mais complexo que seja definir o amor (to de acordo com o rapaz acima que diz que ele nunca será explicado satisfatoriamente), eu vou na contramão dos que dizem que a gente precisa sofrer pra amar de verdade. Amor é pra poucos. É bonito na explosão de outros sentimentos sinceros que faz eclodir. E todos aqueles pra quem eu digo "eu te amo", não precisam exatamente cravar nenhuma espada em mim. Vejo algo muito maior que sofrimento sabe? Me vem Duca Leindecker em mente, agora. "O amor é maior que tudo, do que todos, e até a dor se vai, quando o olhar é natural". Aqueles pra quem eu dedico o amor (e nem me atrevo a colocar "meu" ai no meio, pq não é meu mesmo), podem estar aqui do lado ou na China, não importa. Levam um pouco de mim, deixam um pouco de si. E é nessa certeza de partilha, que simplesmente não cabe espaço pra tristeza alguma! ^^

Beijo, Karol! :*

alexandrejapa.2007 disse...

O amor é algo lindo,porém triste e feio quando não se é correspondido.É algo que não se pode explicar!Como alguém pode amar e preocupar-se com outro ser humano sem ao menos conheçê-lo?Qual a explicação para o amor?A bíblia explica que o amor é uma das qualidades mais notáveis de Deus.Então porque temos que sofrer uma dor indescritível quando não há reciprocidade,e porque Ele(Deus)permite que viemos a amar alguém que não nos ama??

Ludmila disse...

Amamos odiar, odiamos amar... É a regra da vida. Todos temos um certo masoquismo no coração. É que coração não pensa... :/

Anônimo disse...

Odeio amar que não me ama,pois infelizmente não escolhemos a quem iremos amar...

Tecnologia do Blogger.
 
;